Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘voz oficial’

.

VOZ OFICIAL

VOZ OFICIAL

PALMEIRAS TEM DOIS CONVOCADOS PARA SELEÇÃO BRASILEIRA SUB-18

O Palmeiras vai ter dois representantes na seleção brasileira sub-18, que entre os dias 8 e 12 de abril vai disputar a 9ª Copa Internacional do Mediterrâneo, em Barcelona. Foram convocados o fisioterapeuta do time profissional, José Rosan Júnior, e o lateral- direito Luís Felipe, de 18 anos, que vem atuando pelo Palmeiras B.

Os dois se apresentam no dia 3 de abril, às 12 horas, no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro, de onde segue viagem para Barcelona.

.

INGRESSOS À VENDA: PALMEIRAS x NOROESTE

Os ingressos para a partida entre Palmeiras x Noroeste, que acontece nesta terça-feira (17), às 20h30, no estádio Palestra Itália, continuam à venda nos seguintes postos de venda:

– Bilheterias do próprio Palestra Itália e nos estádios do Pacaembu [exceto em dias de jogos dos adversários], Canindé [exceto em dias de jogos dos adversários] e Bruno José Daniel, em Santo André;
– no Ginásio do Ibirapuera;
– na Loja Pitta Sports, no bairro do Ipiranga, e
– no Ginásio de Esportes José Corrêa, em Barueri.

As vendas acontecem nesta segunda-feira (16), das 11h às 17h, e nesta terça (17), das 11h até o início da partida. A carga total é de 27.640 ingressos.

Os endereços e mais informações podem ser conferidos através do site do Ingresso Fácil: www.ingressofacil.com.br/pontovenda.asp

Os valores dos ingressos são:
Arquibancada: R$ 30,00
Numerada Coberta: R$ 80,00
Numerada Descoberta: R$ 50,00
Setor Visa: R$ 55,00
Setor Família [Arquibancada Limão]: R$ 30,00 (acompanhante não paga)

Para todos esses setores, aposentados e estudantes, portando carteirinha de identificação, pagam meia-entrada. É importante ressaltar que a carteirinha de estudante e/ou aposentado terá que ser obrigatoriamente mostrada nas catracas de acesso ao estádio, inclusive no Setor Visa.

.

PABLO ARMERO É CONVOCADO PARA A SELEÇÃO COLOMBIANA

O lateral-esquerdo Pablo Armero foi convocado nesta segunda-feira para servir a seleção colombiana em dois jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo, contra Bolívia e Venezuela, que acontecem respectivamente nos dias 28 e 31 de março.

A apresentação está marcada para acontecer no dia 22, o que tiraria o atleta da partida diante do Bragantino, dia 24, no estádio Palestra Itália.

Armero será desfalque certo no clássico contra o São Paulo, que acontece no dia 28, e provavelmente no dia 31, contra o Oeste. A data ainda não está confirmada.

O lateral-esquerdo tem sido um dos destaques do Verdão na temporada. Está entre os jogadores mais acionados do elenco palmeirense, com 43 bolas recebidas, e tem 87% de aproveitamento no quesito passes certos.

.

ELENCO NÃO VÊ DIFERENÇA EM ESQUEMA E DEFESA É ELOGIADA

O fato do Palmeiras ter atuado diferente dos outros jogos da temporada contra o Barueri, com apenas dois zagueiros, não foi encarado como algo diferente pelo elenco. Para o zagueiro Maurício Ramos, a postura do time em campo deve ser sempre a mesma, independente da formação.

“Muda um pouco a maneira de cada um se posicionar, mas não vejo diferença. A equipe precisa estar preparada para atuar em qualquer esquema. Com dois volantes e um dos laterais mais presos, tivemos bastante segurança. Mas vencemos inúmeros jogos atuando também com três defensores”, explicou. Ao lado de Lenny, Maurício Ramos é o atleta do elenco que mais entrou em campo na temporada, em 15 das 17 partidas.

O camisa 15 aproveitou para elogiar a postura dos zagueiros nas últimas partidas. O Verdão tem a segunda defesa menos vazada do Paulistão, com 12 gols sofridos, ao lado de Portuguesa e São Paulo, e um gol a mais que Santo André e Corinthians, que sofreram 11 gols.

“As críticas existem e nós temos que entender. Mas não era só mérito do Palmeiras levar gols de bola parada. É uma arma que todos os clubes estão utilizando. Mas encaramos com naturalidade e estamos procurando evoluir.”

Outro que preferiu não citar qual o esquema preferido foi o meia Diego Souza. “Com dois volantes, eu pude avançar um pouco mais e jogar mais próximo da área. Mas o comprometimento é o mesmo, tanto é que eu voltei inúmeros vezes para marcar. Um time como o Palmeiras precisa ter essa vulnerabilidade.”

O camisa 7 também elogiou a postura da defesa, mas destacou que o mérito é de todo o grupo. “Quando a defesa sofreu muitos gols, nós da frente também tínhamos culpa, pois a marcação começa lá na frente. E agora é a mesma coisa. Somos um grupo e todos tem participação.”

.

VERDÃO DEVE TER TIME TITULAR CONTRA O NOROESTE

O Palmeiras deve ter o time completo para a partida desta terça- feira (17), contra o Noroeste, no estádio Palestra Itália. 5 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente para o confronto. No último sábado, após a vitória sobre o Barueri, o técnico Vanderlei Luxemburgo acenou com a possibilidade de escalar os titulares.

“Poupamos os principais jogadores contra o Ituano [empate em 1×1] já planejando esses dois jogos [Barueri e Noroeste] no Palestra Itália. Deveremos ter força máxima”, comentou.

Nesta segunda-feira (16), na reapresentação do elenco na Academia de Futebol, os atletas que iniciaram a partida contra o Barueri fizeram atividades físicas e de musculação.

“Vamos encarar esse jogo de amanhã [terça-feira] como uma partida decisiva. Os três pontos são importantes para nós cumprirmos o nosso objetivo, que é terminar a fase de classificação na liderança”, disse o meia Diego Souza, durante entrevista coletiva.

Os demais jogadores treinaram finalização, sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo e dos auxiliares Nei Pandolfo e Júnior Lopes.

Após uma semana na fisioterapia, o goleiro Marcos iniciou os trabalhos no gramado. Ao lado do preparador físico Anselmo Sbragia, ele realizou atividades específicas com bola e um leve treino físico.

Julgamento – no final da tarde desta segunda-feira, o treinador foi julgado e absolvido após ter sido denunciado pelo árbitro Cleber Wellington Abade no artigo 188 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva [ofensas ao árbitro ou auxiliares], após o clássico contra o Corinthians. O Palmeiras terá que pagar R$ 5 mil de multa.

Já o lateral-direito Fabinho Capixaba foi julgado pela expulsão na mesma partida e pegou um jogo de gancho, já cumprido no empate em 1×1 diante do Ituano.

Relacionados – foram convocados 20 atletas para a partida contra o Noroeste: Bruno e Deola [goleiros], Fabinho Capixaba, Pablo Armero e Jefferson [laterais], Danilo, Maurício Ramos, Marcão e Jéci [zagueiros], Pierre, Sandro Silva e Jumar [volantes], Diego Souza, Cleiton Xavier e Evandro [meias], Willians, Keirrison, Lenny, Marquinhos e Ortigoza [atacantes].

.
Assessoria S.E.PALMEIRAS — LÍBERO COMUNICAÇÃO
Fábio Finelli
Helder Bertazzi
Marcelo Tadeu Lia

.

Read Full Post »

.

periquito6

VOZ OFICIAL

Geral: 61 jogos
38 vitórias do Palmeiras [ 111 gols ]
14 empates
09 vitórias do Noroeste [ 49 gols ]

No Campeonato Paulista: 52 jogos
32 vitórias do Palmeiras [ 89 gols ]
13 empates
07 vitórias do Noroeste [ 38 gols ]

.

Primeiro jogo da história entre os dois clubes. 01/09/1946: Noroeste 3×4 Palmeiras [Amistoso], em Bauru.

Primeiro jogo da história entre os dois clubes pelo Campeonato Paulista. 05/09/1954: Noroeste 2×4 Palmeiras. Os gols palmeirenses foram marcados por Rodrigues (2), Humberto e Liminha.

Primeiro jogo da história entre os dois clubes no estádio Palestra Itália. 04/12/1954: Palmeiras 3×3 Noroeste, pelo Paulistão. Os gols do Verdão foram marcados por Humberto (3).

O Palmeiras tem vantagem sobre o Noroeste atuando como mandante: em 27 jogos, foram 22 vitórias, 3 empates e apenas 2 derrotas, ambas no Paulistão. Foram 61 gols marcados e apenas 18 sofridos.

No Paulistão de 2008, o Noroeste venceu o Palmeiras por 1×0, jogando em Bauru. Do elenco atual do Verdão, estavam em campo naquela partida os volantes Pierre e Wendel, o meia Diego Souza e o atacante Lenny.

Últimas partidas pelo Campeonato Paulista:
02/02/08 – Noroeste 1 x 0 Palmeiras
07/03/07 – Palmeiras 1 x 2 Noroeste
25/02/06 – Noroeste 1 x 3 Palmeiras
31/03/93 – Palmeiras 1 x 0 Noroeste
19/03/93 – Noroeste 0 x 0 Palmeiras
24/10/92 – Noroeste 0 x 3 Palmeiras

As maiores goleadas do Palmeiras no confronto aconteceram no Paulistão de 1961 [5×0], no Paulistão de 1964 [5×2] e num Torneio Classificatório para o Campeonato Paulista, em 1957 [5×2], todos por parte do Palmeiras.

Curiosidades: O placar de 1×0 é o mais comum entre Palmeiras e Noroeste: aconteceu em 14 dos 61 jogos da história, seguido pelos placares de 2×1 e 0x0, que ocorreram em 7 oportunidades. Já o resultado por três gols ou mais de diferença aconteceu em 9 ocasiões.

Fábio Finelli – Assessoria de Imprensa S.E.PALMEIRAS


Assessoria S.E.PALMEIRAS — LÍBERO COMUNICAÇÃO
Fábio Finelli
Helder Bertazzi
Marcelo Tadeu Lia

.

Read Full Post »

VOZ OFICIAL

.

VOZ OFICIALPÉS NO CHÃO

Em entrevista coletiva concedida logo após a vitória de 3×0 sobre o
Barueri, o técnico Vanderlei Luxemburgo avisou que o trabalho do
Palmeiras jamais foi atingido pelos últimos resultados e afirmou que
a equipe segue trabalhando com os pés no chão.

“Ficamos três jogos sem vencer e alguns já falaram em crise. Não é
assim que funciona. É preciso analisar o que aconteceu e o que foi
feito. Somos líderes do Paulistão e estamos agindo com muito pés no
chão e sabedoria”, afirmou.

De acordo com o treinador, o time palmeirense ainda está em
formação, por isso a vulnerabilidade apresentada em algumas partidas.

“Um dia eu falei que estaríamos preparados e mais fortes para o
Campeonato Brasileiro. Não disse nenhum absurdo. Eu trabalho com a
realidade. Não falei isso para arrumar desculpas. E continuo achando
que vamos entrar no Brasileiro como favoritos. No momento, estamos
acelerando um processo e colhendo frutos mais rápidos do que o
imaginado. Mas isso não quer dizer que vamos ganhar.”

Luxemburgo explicou que o esquema utilizado com dois zagueiros
serviu como um teste prevendo os jogos futuros do Palmeiras.

“Estou experimentando, pois de repente posso usar esse esquema mais
para frente. Gostei do Pierre e do Sandro Silva juntos, assim como
posso utilizar o Edmílson nessa função. Mas isso também não quer
dizer que eu mude”, comentou.

Sobre o jogo, o treinador do Verdão citou para as inúmeras chances
que o time criou na partida. “Tivemos uma infinidade de chances para
marcar. Isso mostra que o time foi bem na parte tática, entenderam
aquilo que eu queria, em especial no segundo tempo.”

Luxemburgo voltou a dizer que pretende terminar a fase na liderança
e evitou comentar sobre a Copa Libertadores. “Esse é o nosso
objetivo. Estamos com 33 pontos e com um jogo a menos. Se vencermos,
daremos um passo importante. Sobre a Libertadores, temos quase um
mês até a partida contra o Sport. Não é o momento de falar.”

VOZ OFICIALNADA DE RACHA

Destaques na vitória de 3×0 sobre o Barueri, o meia Diego Souza e o
atacante Lenny dedicaram o importante resultado para todo o grupo
palmeirense.

“O pessoal aqui é muito bacana, unido. Ficamos chateados com os
últimos resultados, mas não nos deixamos abalar pelos comentários. O
time jamais perdeu a concentração e o nosso comprometimento era
total. Nos gols, fizemos questão de comemorar juntos”, afirmou meia
Diego Souza, que saiu em defesa do atacante Keirrison.

“É incrível, mas ele ficou dois jogos sem marcar e já falaram
algumas coisas dele. Ele tem só 20 anos e estava abatido pelos gols
que perdeu. Quando arranquei do meio-campo, vi que ele estava bem
colocado e tinha certeza que ele ia fazer. O Keirrison é uma pessoa
fantástica.”

Outro que demonstrou total respeito pelo camisa 9 foi o atacante
Lenny, que entrou durante a segunda etapa e mudou a trajetória da
partida.

“Sou companheiro de quarto do Keirrison e ele estava bastante
tranqüilo quanto à não convocação para a seleção. Sabe que uma hora
a chance dele vai chegar. E ele entrou no jogo tranqüilo. Os gols
que perdeu são naturais de qualquer atacante. Mas ele fez o dele e
isso é o que importa.”

Lenny também enalteceu o bom ambiente vivido pelo elenco. “A
gente ficou decepcionado após a derrota para o Colo Colo, mas em
nenhum momento ficamos desanimados ou algo do tipo. Nós não somos
perfeitos ao ponto de jogarmos bem todo jogo. O Luxemburgo ainda
está encontrando uma melhor formação e a evolução vai vir com o
tempo.”

Sobre a titularidade, o camisa 19 palmeirense foi direto. “Trabalho
para ajudar meus companheiros e o técnico Vanderlei Luxemburgo,
independente de ser reserva ou titular. Preciso estar preparado
sempre. Se um dia eu virar titular, será pela minha dedicação e por
aquilo que venho fazendo no dia a dia.”

VOZ OFICIALPIERRE: TARDE PERFEITA…

O volante Pierre viveu um domingo especial: além de receber uma
homenagem por ter atingido os 100 jogos com a camisa do Palmeiras,
ele encerrou a vitória sobre o Barueri, por 3×0, com um belo gol nos
minutos finais da partida. Em entrevista coletiva, o camisa 5 não
escondeu a emoção.

“Fui uma surpresa enorme encontrar minha esposa [Moema] e minha
filha [Pietra] antes da partida. Eu queria muito que elas
participassem dessa homenagem comigo, mas não sabia que elas
estariam aqui. Na hora, passou um filme na minha cabeça. Da minha
infância pobre, do filho que eu perdi, mas também das coisas que eu
conquistei com muito esforço e superação. Dedico esse jogo para a
minha família”, disse o jogador, com lágrimas nos olhos.

Pierre também afirmou que a força da torcida palmeirense é algo que
ficará para sempre marcado em sua memória. “O que a torcida fez e
continua fazendo por mim não tem preço. Sou muito grato a eles, pois
nos momentos de dificuldade, também contei com o apoio deles.”

Além de uma boa atuação, o volante alviverde comentou sobre o gol, o
terceiro da vitória sobre o Barueri.

“Eu já tinha chegado algumas vezes na área, mas no segundo tempo
ganhei mais liberdade e aproveitei a boa assistência do Marquinhos
para marcar. O pessoal brinca que agora eu só vou voltar a fazer
daqui alguns anos”, disse Pierre, falando da brincadeira que o
elenco fez com ele nos vestiários.

Sobre o atual momento do Verdão, o camisa 5 destacou que o time
jamais se sentiu abalado por ter ficado três jogos sem vencer.

“Nós estávamos na liderança, não tinha motivo para desespero. É
claro que ninguém gosta de ficar um tempo sem vencer, e a cobrança
aqui é grande. Mas sempre mantivemos a tranqüilidade, tanto é que
fomos muito bem contra o Barueri.”

O técnico Vanderlei Luxemburgo elogiou a atuação do ídolo
palmeirense após a partida. “Ele foi muito bem. Marcou e se
apresentou para o jogo. O Pierre está entendendo que eu gosto de
volantes que cheguem no ataque, e ele tem feito isso com mais
freqüência.”

Pierre fez seu jogo de número 105 pelo Palmeiras. A partida 100
aconteceu contra a Portuguesa, no dia 21 de fevereiro. A homenagem
só aconteceu agora porque ou o jogador estava fora da equipe, ou
porque a partida foi realizada longe do Palestra Itália.

Dos 105 jogos de Pierre até então, 46 foram disputados em 2007, 46
em 2008 e 13 em 2009. Foram três gols marcados, um contra o São
Caetano, pelo Paulistão de 2008, outro diante do Ipatinga, no
Brasileiro do ano passado, e o terceiro neste domingo.

VOZ OFICIALFALA DO ARTILHEIRO

O atacante Keirrison perdeu pelo menos quatro chances claras de gol
diante do Barueri mas, como todo bom atacante, deixou a sua marca na
vitória de 3×0 sobre o Barueri, na ensolarada tarde deste sábado, no
estádio Palestra Itália.

“Tenho uma média de quatro chutes e um ou dois gols por jogo. Desta
vez, fui infeliz em alguns lances, mesmo estando bem posicionado.
Mas fiquei tranqüilo, pois isso às vezes é normal para um atacante.
Só erra quem está lá. O importante é que eu tive tranqüilidade para
fazer o gol que abriu o placar.”

O camisa 9 atendeu os jornalistas após o término da partida e
afirmou que em nenhum momento ficou chateado com a não convocação
para a seleção brasileira.

“Vi em alguns lugares que eu estava abatido. Jamais isso aconteceu
comigo. Vivia a expectativa da convocação, mas sem ansiedade ou
desespero. Sou muito jovem, tenho muito pela frente, e sei que uma
eventual convocação vai acontecer mais cedo ou mais tarde. Tenho um
estilo meio tímido, calado, e às vezes as pessoas confundem.”

Keirrison chegou ao 14o. gol na temporada em 13 jogos disputados.
Além disso, manteve a artilharia do Paulistão, agora com 10 gols.

“Minha meta é brigar pela artilharia, mas a prioridade é o grupo e a
briga por títulos. Acho que as conquistas pessoais são importantes
na carreira de qualquer jogador, mas devem vir sempre em segundo
plano. Antes de qualquer coisa está o clube.”

O técnico Vanderlei Luxemburgo elogiou o atacante durante a
entrevista coletiva. “Tem atacante que faz um gol em duas chances.
Outros, não marcam nenhum quando aparecem 10 oportunidades, por
exemplo. O importante é que o Keirrison está sempre bem colocado e
não se deixa abalar. É frio quando precisa concluir. E a média de
gols dele é espetacular. Não precisa falar mais nada.”

Fábio Finelli – Assessoria de Imprensa S.E.PALMEIRAS
Assessoria S.E.PALMEIRAS — LÍBERO COMUNICAÇÃO
Fábio Finelli
Helder Bertazzi
Marcelo Tadeu Lia

.

Read Full Post »

.

VOZ OFICIAL

VOZ OFICIAL

Palmeiras e Barueri só se enfrentaram duas vezes em toda a história, ambas pelo Campeonato Paulista. Em 2007, atuando no estádio Palestra Itália, a partida terminou 1×1 e o gol palmeirense foi marcado pelo atacante Cristiano.

Em 2008, os dois times se cruzaram na última rodada da fase de classificação, e o Palmeiras venceu por 3×0, jogando na Arena Barueri. Os gols foram de Léo Lima, Alex Mineiro e Diego Souza.

O time treinado por Vanderlei Luxemburgo jogou com Marcos, Élder Granja, Gustavo, Henrique e Leandro; Martinez, Léo Lima (Wendel), Denilson (Lenny) e Diego Souza; Jorge Preá (Makelele) e Alex Mineiro.

Fábio Finelli – Assessoria de Imprensa S.E.PALMEIRAS


Assessoria S.E.PALMEIRAS — LÍBERO COMUNICAÇÃO
Fábio Finelli
Helder Bertazzi
Marcelo Tadeu Lia

.

Read Full Post »

.

VOZ OFICIAL

VOZ OFICIAL

O Palmeiras treinou na manhã desta sexta-feira (13), na Academia de Futebol, e os jogadores participaram de um descontraído rachão, às vésperas da partida contra o Barueri, que acontece neste sábado, no estádio Palestra Itália. Alguns atletas também treinaram fundamentos, cobranças de falta e penalidades.

Em entrevista coletiva, o meia Diego Souza reconheceu que o Palmeiras não pode ficar tanto tempo sem vencer.

“Aqui não existe crise, mas nós sabemos que três jogos sem vencer já é muita coisa para um time da grandeza do Palmeiras. Nós estamos tranqüilos, mas nunca satisfeitos. Sabemos que o jogo deste sábado é fundamental para ratificarmos a liderança.”

Apesar do discurso, o camisa 7 palmeirense saiu em defesa do elenco e elogiou a postura da equipe nos dois últimos resultados.

“Contra o Colo Colo fomos muito mal e merecemos perder. Mas contra o Corinthians e o Ituano, não deixamos a desejar, pelo contrário. Nós atuamos bem e tínhamos gordura para queimar. Os dois empates não foram ruins. Mas agora chegou a hora de voltar a vencer.”

O goleiro Bruno, que vai completar seu 10o. jogo na temporada, também acompanhou o discurso adotado pelo meia palmeirense.

“A gente sabe o quanto pesa ficar três jogos sem vencer, mas isso é natural de time grande. Mas o ambiente aqui segue o mesmo, pois não estamos jogando mal. Temos conversado bastante para ajustar os erros, até porque não tem sobrado tempo suficiente para treinar.”

De acordo com o camisa 45, que está desde os 13 anos no Verdão, o elenco tem consciência da responsabilidade para as duas próximas partidas.

“Mesmo sabendo que estamos numa posição privilegiada, todos sabem que chegou o momento de voltar a vencer. Mas não teremos moleza. O Barueri está fazendo uma ótima campanha e teremos dificuldades pela frente.”

Fábio Finelli – Assessoria de Imprensa S.E.PALMEIRAS


Assessoria S.E.PALMEIRAS — LÍBERO COMUNICAÇÃO

Fábio Finelli

Helder Bertazzi

Marcelo Tadeu Lia

.

Read Full Post »

.

VOZ OFICIAL

VOZ OFICIAL

O volante Amaral iniciou nesta semana trabalho de fortalecimento muscular e recuperação física na Academia de Futebol do Palmeiras. O jogador, de 36 anos, realizou no início do ano uma cirurgia no tendão do joelho direito, e está prestes a retornar aos gramados. Ele tem contrato até o final de março com o Perth Glory, da Austrália, clube que ele vem atuando desde julho de 2008.

“Tem sido uma experiência fantástica. O futebol é bem diferente do brasileiro. É muito mais marcação. Estou feliz por lá, mas ainda penso em atuar por aqui mais algum tempo”, disse.

Amaral tem uma história de glórias pelo Palmeiras [foram 244 jogos e 1 gol]. Cria do próprio clube, começou nas categorias de base em 1992, junto com um outro ídolo da torcida, o goleiro Marcos. “Lembro até hoje dos primeiros treinos dele. Ele era um ‘molecão’, mas sempre foi muito comprometido com o trabalho”, disse o camisa 12 palmeirense.

Promovido ao time profissional por Vanderlei Luxemburgo, em 1993, Amaral ficou no Verdão até 1996, mas o suficiente para conquistar os títulos Paulista [93/93 e 96], Brasileiro [93/94] e Rio-SP [93].

“Foram momentos maravilhosos. Tudo o que eu sempre sonhei na vida era vencer como atleta profissional do Palmeiras. Não esperava que fosse conquistar tanta coisa. E não digo somente em títulos ou coisas materiais. Cresci como pessoa e fiz amizades incríveis. O Palmeiras me projetou para a vida pessoal e profissional.”

Do Palmeiras, Amaral passou por mais 14 clubes – incluindo o atual. Foram 7 passagens pelo futebol do exterior. Agora, de volta ao Palmeiras após 13 anos, o jogador agradece pela receptividade.

“O Palmeiras só me traz boas lembranças. Nem parece que eu deixei o clube há tanto tempo. Agradeço aos atuais dirigentes pela oportunidade de me recuperar aqui. Acredito que em mais alguns dias eu volte para a Austrália”, explicou.

Confira a ficha técnica do volante:

Nome: Alexandre da Silva Mariano
Apelido: Amaral
Data de nascimento: 28/02/1973
Natural de: Capivari-SP
Altura: 1m70 – Peso 67 kg
Clube atual: Perth Glory, da Austrália

Clubes :
1992-1996: Palmeiras
1996-1997: Parma-ITA
1997-1998: Benfica-POR
1998-1999: Corinthians
1999-2000: Vasco da Gama
2000-2002: Fiorentina-ITA
2002-2003: Besiktas-TUR
2003: Grêmio
2004: Al Ittihad-Qatar
2004-2005: Vitória-BA
2005: Atlético-MG
2006-2007: Pogon Szczecin-POL
2007-2008: Santa Cruz-PE
2008: Barueri-SP
07/2008: Perth Glory – Austrália

Títulos:
Campeonato Paulista: 1993, 1994, 1996, 1999 Campeonato Brasileiro: 1993, 1994, 1999, 2000 Torneio Rio-SP: 1993, 1999 Copa Naranja de Valencia (Espanha): 1997 Copa Maria Quitéria: 1997 Copa Guanabara: 2000 Copa Mercosul: 2000 Copa Itália: 2001 Campeonato Turco: 2003

Fábio Finelli – Assessoria de Imprensa S.E.PALMEIRAS


Assessoria S.E.PALMEIRAS — LÍBERO COMUNICAÇÃO
Fábio Finelli
Helder Bertazzi
Marcelo Tadeu Lia

.

Read Full Post »

.

VOZ OFICIAL

VOZ OFICIAL

Ainda se familiarizando com a língua portuguesa, o colombiano Pablo Armero atendeu os jornalistas na tarde desta quinta-feira (12) e arrancou sorrisos dos jornalistas com a descontraída entrevista concedida na Academia de Futebol.

“Me sinto muito feliz e adaptado no Palmeiras. É sempre muito difícil um estrangeiro chegar e se acostumar fácil com as coisas. Mas posso dizer que o elenco foi maravilhoso comigo. Me ajudaram desde o primeiro dia e, se estou à vontade, devo muito ao grupo.”

Armero contou também que o técnico Vanderlei Luxemburgo vem o auxiliando com a adaptação. “Quando ele conversa para o grupo, é em português. Mas quando é só comigo, falamos em espanhol. Ele sempre pergunta como eu estou e se entendo o que ele fala. Estou aprendendo bastante com os métodos dele.”

De acordo com o camisa 6, o bom ambiente do grupo palmeirense pode fazer a equipe chegar longe nas competições. “Já vivi algo assim no América de Cali e sei o quanto é importante ter um grupo unido e alegre. Isso ajuda também dentro de campo. Os atletas do Palmeiras sabem aonde querem chegar, pois se ajudam dentro e fora de campo.”

Em pouco mais de dois meses no país, Armero contou que tem pouco tempo para sair, mas que já tem aprendido algo além fora de campo.

“Sempre fui muito caseiro, mas gosto de um bom som. Na Colômbia, era salsa e reggaeton. Aqui, estou aprendendo pagode e samba. Quando viajamos, o pessoal costuma cantar e colocar alguns dvd’s. Eu tento aprender”, revelou.

Com apenas 22 anos, Armero vive a expecativa do nascimento de seu primeiro filho. “Minha mulher já está aqui no Brasil e isso tem me ajudado bastante. Em dois meses nasce meu primeiro filho. Ele também vai se chamar Pablo. Estou numa expectativa enorme”, contou.

Fábio Finelli – Assessoria de Imprensa S.E.PALMEIRAS

Assessoria S.E.PALMEIRAS — LÍBERO COMUNICAÇÃO
Fábio Finelli
Helder Bertazzi
Marcelo Tadeu Lia

.

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: